25.9.11

ROTA DAS NASCENTES


Um pouco de história acerca do uso da água no Algarve...
Até ao fim da primeira metade do século xx:
A Água elixir da Vida.
Através das ribeiras a mais longínqua gota de água chega ao mar numa questão de horas.
As folhas do nenúfar não ficam todo o dia na mesma posição, elas seguem os raios solares. À noite a flor fecha o seu rebento e mergulha na água quente.
O nenúfar floresce durante 3 meses e faz do lago a sua casa.
Um desabrochar de rara beleza que nos transporta ao sonho.
É um regalo para os sentidos repousar nas suas fotos, pela serenidade, pela harmonia, fruto de uma grande sensibilidade e rigor.
       Picota
Nascentes e fontes de água cristalinas durante séculos moveram moinhos e azenhas ao longo do seu curso, e serviram para abastecer a população local.
« Azenha















   


Levada »
         Nora
Para ter uma  ideia, sabe quanto é que você desperdiça com aquele pinga-pinga da torneira la de casa?
 A pingar lentamente:400L/mês
 A pingar rapidamente: 1000L/mês
 Pingando em contínuo: 6500L/mês
        Santuário selvagem
"A água nunca discute com os seus obstáculos, mas contorna-os."
Cabe-nos incentivar, e motivar os outros, para as questões ecológicas. (L.M)
Poupe hoje para ter amanhã
Todos aprendemos que as características da água são três:
Inodora insípida incolor.
Agora são quatro:
Inodora insípida incolor e insuficiente
A água que se infiltra nos aquíferos do Barrocal demora dezenas de anos para cumprir o mesmo destino. Como parte da água dos aquíferos encontra saída "mais fácil" no curso de algumas ribeiras estas não secam durante o verão.
       Cesteiro.
Notas para uma visita guiada
José Paulo Monteiro (Universidade do Algarve)
A Sª. Maria faz deliciosos gelados, à base de produtos naturais.
A visita a estas nascentes, constitui o percurso escolhido para discutir no terreno a hidrogeologia do sistema aquífero de Querença Silves.
Mais fotografias em:

https://picasaweb.google.com/107904543083962449853