22.6.11

Toutinegra-de-cabeça-preta. Nome científico: Sylvia melanocephala

Ano Internacional da Biodiversidade.
É fantástico observar o dia-a-dia das aves em especial nesta altura da criação. As crias estão bem grandes e não deve faltar muito para saírem do ninho…Fico contente com estes resultados, e á medida que as árvores e arbustos vão ganhando dimensão, maior a probabilidade de ninhos e novas espécies, para além destas já residentes.
Alimenta-se fundamentalmente de insectos, com predilecção por ortópteros, hemípteros e larvas de lepidópteros, comendo também aranhas, entre outros. Ingere ainda diferentes tipos de frutas, desde figos, uvas, e diversos frutos silvestres, e ainda sementes de gramíneas.
Nidifica em Portugal, ocupando de forma contínua quase todo o território a sul do rio Douro. Encontra-se em geral solitária. Desloca-se em curtos voos. A sua voz é áspera porém agradável, intercalando um chilreio com uma melodia variável. Quando alarmada emite um tri-tri-tri-tri rápido e ameaçador, em tom baixo e rouco. Em muitas zonas de matos densos, esta é uma das primeiras espécies a fazer notar a sua presença com a sua típica vocalização matraqueada.
Matagal mediterrânico espesso, com densa vegetação rasteira. Presente em outros tipos de matas, desde que exista vegetação rasteira. Comum também em jardins e em grupos de árvores próximo de vivendas, hortas e mesmo em áreas suburbanas. Deslocam-se entre arbustos baixos mas por vezes também em árvores. Raramente voa grandes distâncias, deslocando-se quase sempre entre os ramos baixos de arbustos em grande actividade.
Descobri um casal de toutinegras já residente, escondi-me e fiquei a espera para ver onde tinham o ninho, para dar uma espreitadela quando não estivessem, tirei várias fotos ao macho e a fêmea, e no fim consegui tirar aos filhos, o macho não deixava as redondezas do ninho, mas lá consegui com paciência, e esperar pelo momento oportuno. O ninho foi feito num arbusto que está bem cerrado e compacto.
Os juvenis e imaturos têm a plumagem em geral mais apagada que os adultos, mas os machos apresentam a cabeça mais escura, mesmo mais que as fêmeas adultas. 

             avesdeportugal

20.6.11

Cegonha-branca

Em Portugal,a Cegonha-branca é uma ave com uma presença fortemente enraizada na nossa cultura, sendo um elemento característico da paisagem em muitas regiões do País e uma espécie normalmente admirada e respeitada pela grande maioria da população.
Apresento uma selecção de fotos da natureza, que são fruto de muitos dias de trabalho, com a sensibilidade de observação da natureza.
Graças aos avanços tecnológicos das câmaras digitais para capturar imagens, foi possível arranjar estes conteúdos de pouca qualidade porque contento-me com pouco, juntei uma boa dose de boa vontade de modo a agradar a todos.
Mais comum no Sul do país do que no Norte e Centro, a Cegonha - branca é presença constante nas searas e pousios alentejanos e nos arrozais que subsistem em Portugal, tendo-se assistido nos últimos anos a um aumento acentuado do número de efectivos que ocorrem no nosso país, ao longo de todo o ano.
Esta recuperação deve-se provavelmente ao efeito conjugado de diversos de factores. Por um lado, o fim de um período de seca de várias décadas nas suas áreas de invernada africanas e à proliferação de uma espécie exótica invasora, o Lagostim -vermelho da Louisiana , que na Península Ibérica, passou a constituir a base da sua dieta em várias regiões. Este crustáceo, permitiu que muitas centenas de cegonhas - brancas passassem a residir em Portugal, evitando a mortalidade associada à migração e invernada na África sub - sariana. Por outro lado, aos esforços de conservação dirigidos à espécie nas duas últimas décadas, designadamente a sua estrita protecção, à sensibilidade ambiental do público em geral relativamente a esta espécie e ao esforço coordenado do ICNB, dos agentes sociais e económicos (com destaque para as companhias de distribuição e transporte de electricidade, EDP e REN) e das organizações não-governamentais de ambiente.
Devido, em grande medida, à popularidade de que esta espécie goza em grande parte da sua distribuição mundial, a Cegonha - branca foi uma das primeiras espécies da avifauna alvo de recenseamentos coordenados internacionalmente.
Instituto da Conservação da Natureza e da Biodiversidade
 Entre os dias 23 e 24, esta família de cegonhas abandona o ninho. Aproveito para me despedir também por uns dias, vou de férias cá dentro. Prometo voltar.