30.9.10

Concertos – Dia Mundial da Música

 
 Música antiga

Capela Joanina
& amp; Flores de Música
Fui a Igreja Matriz para ouvir estes agrupamentos que levaram a pratica um reportório situado já na 2º metade do século XVIII e centrado na música religiosa em Portugal no pós-terramoto. A música, majestosa e comovedora, para além de toda a descrição, a esplêndida decoração da igreja fora substituída por paramentos de luto, o coro forrado de preto, os altares velados, o altar-mor coberto de panejamentos púrpura e ouro, e no meio do coro catafalco rodeado de castiçais e altas velas. (…) Primeiro um silêncio tremendo e depois o solene ofício dos finados. Os músicos até empalidecem quando cantam Timor mortis, etc. (…) Depois do requiem, levanta-mo-nos e aplaudimos. Fecha com o Libera me, domine. Eu tremia todo e pouco faltou para chorar. (…) Tão majestosa e comovedora música foi coisa que nunca ouvi e que talvez nunca mais ouça, porque a chama do entusiasmo religioso esta a apagar-se em quase toda a Europa e ameaça extinguir-se totalmente dentro de poucos anos.


Capela Joanina
Agrupamento vocal de solistas que fazem da prática da música antiga uma das linhas de trabalho mais relevantes da sua carreira profissional, quer em Portugal, quer no estrangeiro.
Os objetivos centrais do trabalho deste agrupamento são a exploração e a difusão dos reportórios sacros e profanos de música vocal que podemos encontrar em Portugal desde o séc. XVI até inícios do séc. XIX, abarcando peças de compositores Portugueses e estrangeiros que desenvolveram a sua atividade no nosso país, neste período.


Flores de Música
Agrupamento de Música Antiga com uma formação exclusivamente instrumental, variando a sua composição de acordo com as características das obras, e utilizando sempre instrumentos originais ou cópias da época.
O reportório que habitualmente executa abrange diversos géneros musicais, de diferentes escolas, mas com um enfoque particular na música executada em Portugal no século XVIII, porém, estende-se desde os finais do século XVI até aos inícios do século XIX. Baseia-se quer nas edições modernas já existentes, quer nas transcrições realizadas para o efeito, tendo apresentado várias obras em primeira audição moderna.

26.9.10

Dia Mundial do Coração 2010


Faça exercício regularmente

A atividade física pode salvar a vida, literalmente. Os benefícios de exercitar o corpo durante 30 a 60 minutos por dia, vários dias por semana são muitos:

    * reduz o risco de doenças cardiovasculares;
    * ajuda a controlar e a prevenir factores de risco como a pressão arterial alta, o colesterol elevado e a obesidade;
    * ajuda a baixar os níveis de stress;
    * aumenta a energia;
    * melhora o sono e a digestão;
    * melhora o bem-estar geral e estimula a procura de estilos de vida mais saudáveis;

Os benefícios podem começar a fazer-se sentir na primeira semana de atividade física regular. Por exemplo, a pressão arterial pode começar a baixar e talvez se sinta mais energético e relaxado. Passados três meses, poderá sentir-se com mais saúde, com uma postura mais correta, músculos e ossos mais fortes, mais confiante e com uma perspectiva mais positiva em relação à vida.
Além de cuidados médicos e da prática de exercício físico, é preciso ter uma alimentação impecável e ficar longe do sal.

Fundação Portuguesa de Cardiologia