21.9.13

Praias com Qualidade de Ouro. Paisagens poderosas, de “carácter” muito forte e selvagem.

No roteiro inclua os prazeres de olhar o património nos montes alentejanos!
Julgue que está a explorar uma savana africana num safari em pleno Alentejo.
Saboreie o céu na terra, viva em pleno o prazer no Alentejo e não se esqueça das delícias gastronómicas. 
Praias com Qualidade de Ouro.
Paisagens poderosas, de “carácter” muito forte e selvagem.
Uma das zonas mais paradisíacas de toda a costa portuguesa, a Costa Vicentina...
De características bastante preservadas, com águas mais mexidas e rodeadas pelo ocre de arribas e promontórios, onde rebentam arbustos e plantas selvagens, as praias da Costa Vicentina fazem as delícias dos praticantes de pesca desportiva, do surf e do bodyboard.
Os apaixonados por natureza selvagem encontram na Costa Vicentina um verdadeiro santuário. Maioritariamente formada por escarpas imponentes, nesta faixa pode observar-se uma vida selvagem muito preservada, em que águias e falcões são protagonistas.
A luz, o calor, as cores vibrantes da paisagem. Aqui tudo é fonte de energia. Aproveite para recarregar energias. Mais um motivo para mergulhar, passear, brincar e viver todas as emoções em segurança.
Formas extravagantes, que servem de moldura a praias de sonho. Entre estas praias proliferam grutas e penhascos moldados pelo mar. Pequenos areais enquadrados por falésias grandiosas.
A paisagem é de tirar o fôlego e fortemente marcada por rochedos imponentes.Talvez seja por isso que, daqui, se levam sempre boas recordações e muitas saudades.
##########################################################################
O tempo foi passando, bem alimentados por dentro e por fora, cresceram e quem não acompanhou os álbuns no picasaweb, deixo 
A sobrevivência dos filhotes dependeu largamente do acaso e da sorte de não ser localizado por um voraz inimigo. 
Os juvenis realizaram os primeiros voos com cerca de 2 semanas e meia, alcançando a independência com 4-5 semanas 
Apresentam uma capacidade de camuflagem notável, sendo muito difícil de detectar, assemelhando-se a um ramo ou parte de um tronco.
Alimentam-se maioritariamente de insectos voadores. Grande parte da sua dieta alimentar é constituída por mariposas, moscas, escaravelhos e gafanhotos. Parece apresentar preferência por insectos de grandes dimensões. Alimentam-se principalmente de traças, confirmando-se a depredação de algumas espécies consideradas nefastas para o Homem, e que funcionam como pragas, como é o caso da traça da processionária.
Noitibó-de-nuca-vermelha, esta espécie encontra-se protegida pela Convenção de Berna.