Seguidores

24.5.13

Queima das fitas em Coimbra

A maior e mais antiga festa académica do país. A Queima das Fitas de Coimbra é a principal festa dos estudantes universitários em Portugal, com cortejo, serenata, garraiada, bênção das pastas e os famosos concertos das noites do parque.
A tradição voltou a cumprir-se em Coimbra! Foram noites de guitarras e vozes, mal soou a meia-noite, a Monumental Serenata marcou o "arranque" da Queima das Fitas.
Chá dançante. Em Coimbra, mais de 100 mil pessoas assistiram ao cortejo da queima das fitas, uma das festas do mundo onde se consome mais álcool.
Tempo de partida, sorte em ter-te p'rá vida.
Esta musica não me é estranha.
Muita animação, cerveja e críticas ao Governo marcaram o cortejo da Queima das Fitas de Coimbra, que se realizou com 86 carros alegóricos, atraindo milhares de pessoas à cidade. O desfile terminou na Baixa da cidade, no Largo da Portagem, depois de percorrer um trajecto que inclui os Arcos do Jardim, Praça da República, Avenida Sá da Bandeira e Praça de 8 de Maio.
Coimbra tem mais encanto 
Na hora da despedida.
É uma cidade importante, visto ter infraestruturas importantes e ser sede de muitas organizações e empresas de renome. Coimbra tem também muita importância histórica, devido à sua localização na espinha dorsal de Portugal. Foi sempre umas das cidades mais cobiçadas pelos Romanos e Franceses.
A cidade de Coimbra é um dos grandes centros de Portugal, na sub-região do Baixo Mondego, rio este que divide a cidade ao meio. A parte mais conhecida pelos estudantes é a parte velha, onde está localizada a Universidade e o Politécnico de Coimbra.
A cidade acolhe um património com um valor arquitectónico, cultural e natural de grande interesse que reflecte os grandes momentos da história, não só de Coimbra, como de Portugal.
A APAV, através do Projecto Uni-sexo – prevenção da violência sexual no ensino superior, volta às ruas de Coimbra durante a Queima das Fitas 2013, com a campanha “Depois do não, pára!”
                     
                  Obrigado Coimbra!