14.2.12

Cantos das Cidades próximas do santuário selvagem.


Ao lado de uma placa assinada, na parte de trás de cada letra um parque magnífico! 
Um banco á espera dos namorados!
Enquanto eu fotografo as páginas, mais e mais, um tema borbulha para a superfície. Mais do que apenas as imagens consistentes de insetos e pássaros, há uma mensagem poderosa executando profunda e clara através de cada imagem.
Aproveite o frio para conhecer as cidades Algarvias. Emolduradas pela serra e mar, oferecem o cenário ideal para passar o inverno  num clima romântico.  A temperatura amena durante todo o ano, convida para programas de inverno.
Escolha a sua.
Grande espaço de lazer, com amplas zonas relvadas e árvores de grande porte. Possui um campo de Rugby e circuito de manutenção.
Ponto de encontro e de salutar convívio entre amigos.
Na zona do mercado, apetece ficar para sempre, deixar o tempo correr, como se houvesse uma eternidade para consumir, arquivar e partilhar sons, lembranças, frases neste cantarolar que é  o linguarejar das gentes de Loulé e esperar apenas que a descoberta aconteça. Porque Loulé é um fruto apetecível, exótico e singelo, que importa descobrir e partilhar...
Eu p’ra todos vou cantar e a todos quero saudar, 
Do fundo do coração.
Esta vida não está má,
Reflexos
- Olhem ali, a relva, a bandeira agitada pelo vento...


-Tantas e tantas pedras postas umas nas outras, e pergunto se vale a pena... talvez sim, porque 
aqui reside o espírito que esvoaça à volta, que vela, um sopro...


"Uma mosca sem valor
pousa com a mesma alegria
na careca de um Doutor
como em qualquer porcaria".
Apesar de semi-analfabeto deixa a seguinte obra escrita: «Este livro que vos deixo», «O Auto do Curandeiro», «O Auto da Vida e da Morte», o incompleto «O Auto do Ti Jaquim» e «Inéditos».  António Aleixo
Luzes que circulam na vida muito além das cidades.
Quanto mais específico e elaborado é o seu desenho, mais cara se torna. São as chaminés da vaidade do proprietário. 
Tia Anica de Loulé,
Continua...





6 comentários:

La Gata Coqueta disse...



Hoy día del amor y la Amistad me detengo a tú lado, para sentirme arropada por el calor y el afecto entrañable que se respira en este tu espacio.

Para los enamorados;
que lo han estado,
para los que lo están,
y para los que pronto
lo estarán.

Para todos ellos!!

¡¡Feliz día de San Valentín!

Muackkkkkkk
Muackkkkkkkkk
Muackkkkkkkkkkkkk

De esta tu siempre amiga…

María del Carmen



Canduxa disse...

Linda reportagem da cidade de Loulé, que aqui partilhas.
Para além das fotos fantásticas uma descrição da cidade a condizer onde nem o poeta António Aleixo ficou esquecido.
Gostei muito...aí estás tu no teu melhor!

Abraço

mfc disse...

Um convite irrecusável e umas imagens lindas... lindas!
Um abraço amigo.

tulipa disse...

Linda reportagem!!!

Acho que é sobre LOULÉ...

Obrigado pela partilha.

Vejo fotos fantásticas.

Assim vale a pena.
Gostei de ver o poeta António Aleixo.

Gisele Claudya disse...

eheheh
Gostei do
"Uma mosca sem valor
pousa com a mesma alegria
na careca de um Doutor
como em qualquer porcaria".

Beijocasssssssss

Guerreiro disse...

Loulé no seu melhor... Grandes fotos! :)