19.4.12

Pastor em tempo de seca

O retrato é o tempo roubado ao tempo, entre o silêncio e a imagem. Um desejo 
de fazer durar o tempo e de lutar contra a morte.

A agro-pastorícia foi durante muitos anos uma importante atividade da zona serrana. Com a desertificação e o envelhecimento da população é raro encontrar-se um pastor a guardar o seu rebanho. A crise e a seca preocupam aqueles que ainda exercem esta atividade.
Fui ao encontro de um pastor que embora resida aqui perto, guia as suas ovelhas em vários terrenos, na procura de pastos cada vez mais escassos pela falta de chuva.
O pastor queixa-se dos custos de produção e alimentação e diz que guarda o rebanho como se fosse um “desporto”.

Garça pequena que costuma acompanhar o gado nos pastos, importante no controle de pragas que são espantados pela movimentação das ovelhas. Alimentam-se de insetos e de  carrapatos, enquanto o gado está deitado para ruminar, sobe no dorso do mesmo realizando uma limpeza ectoparasitária do rebanho, também para ampliar o seu campo de visão.

Para a captura dos insetos, as graças posicionam-se entre as patas das ovelhas, de forma que a maioria dos insetos que é espantada por cada uma das patas do gado é perseguido e capturado. 
Os gafanhotos são quase impossíveis de serem avistados devido á sua camuflagem, sendo necessário que sejam espantados para serem avistados. 



Estas  aves são de fundamental importância para o controle biológico de pragas nas pastagens, além de apresentarem uma importante relação ecológica de proto cooperação, nutrindo-se e desinfestando o gado dos ectoparasitas.

Hoje trabalha-se mais e recebe-se menos. Um borrego é vendido a olho e, independentemente do peso, raramente ultrapassa os 50 euros.
Este pastor, ainda faz algumas sementeiras nos seus terrenos por paixão e amor ao trabalho no campo.
Flor de eucalipto

Está vento!
Não são cultivadas nem enfeitam um jardim; em vez disso, regressam em cada Primavera, sem serem convidadas, ao mesmo terreno expectante, e voltarão enquanto a expectativa não se consumar. Este animismo típico da nossa modernidade bem poderia traduzir-se num desejo de flores e árvores, mas o que o terreno espera é de facto um prédio com muitos andares.



22 comentários:

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

Fotos colossais!
Texto, "à antiga", romântico mas, verdadeiro, coerente com a "crua" realidade moderna.

Um abraço, Manuel Luis,
da Lúcia

Fátima disse...

Andei lendo sobre a seca ai no seu país.
Situação difícil não é mesmo?
Suas imagens sempre magicas!
Bjs.

mfc disse...

Estão todas bem, mas a 1ª foto encheu-me as medidas!!

Um abraço.

Carmem disse...

Manoel...
Adorei o post do pastoril...as fotos estão lindas!
Abraço

Eli disse...

Acabei de aprender mais alguma coisa contigo e só te tenho a agradecer, assim como todo o teu carinho, que nem sempre mereço.

:)

La Gata Coqueta disse...



En cada momento
Que paso a visitarte
Me premias con...

La sonrisa de tu mirada
La melodía de tus labios
Y la poesía de tu corazón

Para festejar la amistad
Que esta enriquecida
Por la transparencia y humildad

Encabezando el blog de Mis caricias del alma
he dejado un premio al blog más versátil,
designado para ti.
Disfrútalo de parte de esta amiga
que no se olvida nunca de tu presencia.

Un hermoso fin de semana!!

María del Carmen



tulipa disse...

MUITOS PARABÉNS!

FOTOS MAGNÍFICAS

Cheguei hoje das minhas férias e vou trabalhar na 5ª feira,
só fico em casa 1 dia a descansar (Feriado 25/Abril)
do jet lag das 24h de viagem de aviões e mais aviões...

Também por aqui vejo muitas garças
...costumam acompanhar o gado nos pastos, importante no controle de pragas que são espantados pela movimentação das ovelhas. Alimentam-se de insetos e de carrapatos, enquanto o gado está deitado para ruminar, sobe no dorso do mesmo realizando uma limpeza ectoparasitária do rebanho, também para ampliar o seu campo de visão - o que eu aprendo contigo!

Luís Coelho disse...

Bom dia
Passei por aqui e gostei de ler e ver estas fotos.
Os pastores desapareceram também pelas constantes perseguições da ASAE e proibição das feiras e mercados.

Muitos agricultores do norte e do centro do país tinha a sua fonte de receita e de sobrevivência na venda de algum gado.

tulipa disse...

Muitos Parabéns pelas excelentes imagens que aqui encontrei e me deliciaram.
...
Dia 19 foi o meu aniversário
este ano finalmente consegui fazer o que há muito idealizava:
passar esse dia longe de tudo,
de todos,
num paraíso, no mundo
e consegui...!
...
hoje convido-te a veres o meu novo blog:
"Os meus pensamentos"
lá encontrarás uma FOTO
das mil e tal que captei com a minha máquina
gosto daquela que escolhi para o post
é única, simples e para mim representa um momento lindo!
...
Vivenciei-o num rafting de balsa feita de canas de bambu pelo rio abaixo junto a uma floresta na Tailândia.
Indescritível.
...
Fez-me recordar os sons da floresta na "Nossa África"!...
...
EU
..."Sou como as velhas árvores… preciso de silêncio, de estender os meus braços e escutar a voz do vento! Há verdes novos que vieram na viagem da luz e na visita da chuva..."

Beijos de saudade e muito carinho.
Tulipa (Ester)

BlueShell disse...

..."fazer durar o tempo e de lutar contra a morte."...
também eu queria...oh se queria.
Belas fotos...impressionantes. Bj

La Gata Coqueta disse...




Siento que tus textos son un regalo del viento
Y su lectura la textura del acercamiento.

Siento que tus textos se visten de espuma
Y su lectura es el aliento de una dotada pluma.

Siento que hoy tengo una escusa
Para brindarte con pausa mi ternura.

Sintiendo el tacto de este abrazo
Que te estoy dando
Con la calma que de él se esta adueñando.

María del Carmen


Débora e João disse...

gosto :)

Fernando Santos (Chana) disse...

Excelentes fotografias....
Um abraço

La Gata Coqueta disse...




Hoy estamos de celebración, La gata coqueta ha cumplido cuatro años de puertas abiertas a la calidez de la amistad y a la ética de los sentimientos.

¿Me acompañas?

El champagne para festejar,
En grado óptimo te espera
Y en sus burbujas, la sonrisa puedas reflejar

La tarta también la termino de recibir,
Para endulzar
El camino sin a la dieta cohibir

Las rosas de la floristería van entrando
De diferentes colores,
Para ir reinando, con aromas de coquetería

Y el piano al fondo ya está interpretando
“Amigos para siempre”
Quienes te darán la bienvenida brindando

¡¡CHIN CHIN!!

Y por sorpresa dos regalos;

*Un abrazo con mucho amor
*Y ¡Gracias por tu cariño!
Que te seducirán el corazón

Un dulce y tierno beso

María del Carmen


Baby disse...

Tanta arte e tanta sabedoria. Obrigada por partilhares.

Adorei a beleza da última foto.


Beijo.

Tais Luso disse...

Primeira foto com texto impressionante... faz pensar muito! Triste.

bjs
Tais

La Gata Coqueta disse...



Deseo pases un muy buen fin de semana
Y hago lo posible para que vuelen hacia ti
Estos mis sentimientos…
En los ojos una sonrisa por simpatía
En los labios un beso por valentía
Y en el corazón un abrazo de cariño por garantía

María del Carmen


MJV disse...

OLÁ LUIS!! O TEMA PASTOREIO, ESTÁ MUITO BEM REPRESENTADO. nADA COMO UM QUEIJO DE CABRA OU OVELHA ACABADO DE FAZER! ESTAS IMAGENS LEMBRAM-ME QUE AQUI TAMBÉM DE VEZ EM QUANDO FAÇO PASTOREIO, COM UMA AMIGA..
BELAS SUA FOTOS. CONTINUE A CAPATAR O MOMENTO. a VIDA É FEITA, AFINAL, DE MOMENTOS.
BEM-HAJA.
ABRAÇO, FRATERNO...

Albertina disse...

Lindas fotos.Belo texto. Abraço

teca disse...

Uma postagem naturalmente linda! Cheia de vitalidade... ;)

Beijo carinhoso.

Dulce Braga disse...

Gosto mesmo muito de passar por aqui!
Bjs

CONCEIÇÃO DUARTE disse...

AS FOTOS AGUÇAM NOSSA IMAGINAÇÃO MUITO INTERESSANTE, ADOREI