13.2.11

Prato tipico Português feito de pão amolecido. O leitão é para o dia seguinte.

Migas de pão pobres sem conduto, um prato de recurso pela necessidade de não desperdiçar pão.
Ingredientes:
Pão Algarvio, Alentejano, de Trás-os-Montes ou das Beiras, duro.
Alho, coentros, azeite, flor de sal louro.
Preparação:
Comece por cortar o pão em fatias muito finas, demolha-se com agua quente, escorre-se.
Picam-se os alhos. Numa frigideira, deite azeite português. Deixe alourar e, nessa altura, adicione o pão, deixando cozinhar em lume brando mexendo de vez em quando até secar ligeiramente. Se quiser pode enrolar as migas.
Quando as migas estiverem envolvidas numa crosta dourada e fina, colocam-se no prato e polvilhe com salsa.
O pão é um elemento fundamental na tradição alimentar portuguesa e que ajudou a criar um valioso receituário culinário
As migas com as suas variantes podem agradar a todos os paladares. E para terminar apenas cito Aquilino Ribeiro: “Quem não tem paladar não tem carácter”.
Sobremesa:
Mas, porque uma refeição só fica completa com uma sobremesa, apresento as pêras refrescantes e com simplicidade.
Corte as pêras menores nacionais em metades, coloque no prato, adicione um pouco de agua se estiverem ainda verdes. Vai ao microondas durante 40 minutos. Não adicionar açúcar porque vão ficar naturalmente doces.
Arte do assador

O batidasfotograficas, dá-lhe algumas sugestões para que consiga passar um dia em grande, com alguma dose de originalidade. Aqui em casa, temos preparada, para o Dia dos Namorados, uma sugestão de trazer água na boca...Um leitão afrodisíaco, com um ambiente bem temperado de humor e imaginação. Deixe-se levar pelo sabor dos ingredientes e pela preparação de uma ementa 'bem temperada'.
“Escaldante” peito de leitão cheio de f g, umas pernas bem suadas com… o “Finalmente” algo a derreter na boca, SONHOS e com “a certeza de que atrás, não voltaremos nunca” …vinho morangueiro do Sobral Adelio e… Uma viagem na degustação de um prato que promete deixar os sentidos e sabores apurados.
Durante o tempo de assadura o leitão é, por vezes, retirado (do forno, não da vara) e borrifado com bom vinho branco da Bairrada. Estes borrifos periódicos feitos com um raminho de louro têm por finalidade tornar a pele dura e estaladiça, não deixando que a pele enfole ou rebente. A pele é mais saborosa,  mas também mais fácil de cortar e de comer se não a deixarmos queimar em demasia.
Esta operação é completada com a vinda do leitão quente ao ar frio, «constipando-o».
Para mais informações consulte:
http://www.leitaobairrada.com/pagina_leitao.php?id=6
Os nossos sonhos.

6 comentários:

mfc disse...

Com estas fotos ... tudo apetece!
Hummm...!

Canduxa disse...

Humm que maravilha de leitão e bem constipadinho.
Adoro migas e esta receita não tinha..... simples e que deve ser saborosa.

Parabéns pelo repasto do dia de namorados.

beijinho

Parabéns pelo repasto do dia de namorados.

beijinho

Rayén disse...

Umm! parece que el menú es apetitoso, como para celebrar fechas importantes y especiales.
Manuel, pasa por http://unrinconcitoespecial.blogspot.com
quiero compartir contigo el Premio Talento y Sentimientos.
Muchos Saludos!!

Chá das Cinco disse...

Hummmm gosto das sobremesas!
Engordei alguns quilos somente por olhar com gulodice rs

Beijos
Gemária Sampaio

lenita disse...

Que delicia, já se comia um, regado com uma boa calda, feita com vinho do Porto.Um beijo á cozinheira,e a todos os que os comeram, uns com calda e outros mesmo só com açúcar e canela.

lénita disse...

fi-los eu,por isso sei que são uma delícia.