Translate

Seguidores

25.8.18

The Shadows - Riders In The Sky

Recordo aqui os tempos em que prestei provas numa rádio pirata sediada na garagem da casa do Quim Paulo, no planalto do Bié, com um projecto de mostrarmos as vozes a quem estivesse por casa “o som ia da garagem por fios”. Ouvir o “som da garagem” aos sábados à tarde era um ritual, um acto religioso. Antes preparavam-se as cassetes, preferencialmente de crómio, para assegurar a melhor qualidade sonora possível (havia que reservar uma suplente para que não se perdesse um só momento do programa). Minutos antes já a cassete aguardava no deck da aparelhagem o início do “som da garagem”. Os botões “play”, “rec” e “pause” ficavam pressionados, aguardando os primeiros sons do fabuloso «Sony» (muitos anos mais tarde substituído por «emissor de ondas curtas», oferecido). Depois das apresentações os acordos do grupo The Shadows, Riders In The Sky (mais tarde) e especialmente o compositor,Stan Jones para a grande sala. Não havia melhor tema para genérico do programa. Ouvir aquele 1’42” de puro virtuosismo arrepiava-nos da cabeça ao pés (ainda hoje o faz), mergulhando-nos bem fundo no maravilhoso universo da musica. Findo o genérico soltava-se o botão “pause” e entrávamos noutra dimensão, sob o mote “vamos ver o que se passa lá dentro de casa”. Gravávamos todo o programa e ouvíamos vezes sem conta. Obviamente reproduzíamos para os amigos, que repetiam o ritual de nos ouvir, impulsionando-nos para melhorar as vozes a uma velocidade vertiginosa. A vozes dos ouvintes também era gravada. Fazê-lo não era perder espaço na cassete, era ganhar em paixão. Cada sílaba, cada frase era voluptuosamente assimilada. Ouvir com atenção àquelas vozes quase hipnóticas, potentíssimas, “quentes”, “cheias” e envolventes transmitia-nos uma sensação de poder, de excitação, fazendo-nos sonhar em possuir semelhante dom. A professora de canto coral também ajudou.
Recordo aqui todos os que fizeram parte destes belos momentos.

34 comentários:

chica disse...

Manuel, deu pra imaginar a reunião de amigos ,bem animada, que ocorria nas tardes de sábados. Devem ter muito se divertido assim. Vale mesmo recordar!
Momentos assim valem! abraços, lindo domingo! chica

Graça Pires disse...

Recordar momentos em que as coisas eram tão diferentes e, apesar de difíceis, não deixavam de vos encantar…
Uma boa semana.
Um beijo.

Maré Viva disse...

Às vezes a saudade toma conta de nós e voltamos a viver tempos que nos fizeram felizes. É bom e faz bem à alma.
Beijos.

manuela barroso disse...

Esta recordação fez-me lembrar a do meu irmão aquando da sua prestação militar em Moçambique e cujo conjunto fez “furor”na altura .
Beijinho

Teresa Almeida disse...

Um texto intenso com a paixão pela música e o encanto de verdes anos. Que aragem, Manuel! Amei!

Beijo meu.

A Casa Madeira disse...

Oi Manoel, como vão as coisas do lado de cá?
Primeiramente agradecendo pela sua visita lá
na casa fazia algum tempo que não passavas por lá.

Nossa! essas recordações são muito boas, sabes que
guardamos algumas fitas cassetes por aqui? tenho uma vitrola
que ainda toca fita-cassete k; e um som que toca fita e discos kkk.
Houve uma época que estudei musica, etc.
Adorei teu texto, só lembranças boas.
Boa entrada de mês que se aproxima.

AFRODITE disse...

A nostalgia pode ser um adoçante para as nossas memórias. E faz transbordar o nosso coração com tantas emoções.

A música dos Shadows era icónica. Tantas vezes ouvi... mas confesso-te que já há muito não ouvia este tema.
Talvez o tema "Apache" fosse ainda mais popular que este "Riders In The Sky".

Beijinhos nostálgicos
(^^)

Pedrasnuas disse...

Lembro-me de ouvir esse grupo, uma das canções fez parte do filme memorável; " O Caçador ".Gravei as canções deles em cassetes, deles e outros. Hoje não resta nada disso. Nem tem utilidade, teve. É como com tudo; faz parte da evolução. Umas para tornar a nossa vida confortável, outras contribuiram para a nossa desgraça.

Beijinhos, Manuel!

Os olhares da Gracinha! disse...

E recordar além do sabor da NOSTALGIA ... envolve a SAUDADE e a ALEGRIA de ter bem vivido!
bj

Trini Altea disse...

Feliz mes de septiembre

Majo Dutra disse...

Voltei.
Recordando belos tempos de outrora.
Gostei de ler...
Dias venturosos e, ainda, musicais.
Abraço, Amigo.
~~~

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma recordação muito interessante.
Um abraço e boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

tulipa disse...


A sério...???
prestaste provas numa rádio pirata sediada na garagem da casa do Quim Paulo, no planalto do Bié...?

Olha as coisas que vimos a descobrir décadas mais tarde!

Aos sábados à tarde o meu ritual, era mais religioso que o teu
Ia para a reunião de Escuteiros, junto à Igreja donde vivia

Eh...isso é perigoso:
entrávamos noutra dimensão...


Hoje em dia, sensação de excitação, fazendo-me sonhar
só consigo quando viajo
para perto ou mais longe
EU quero é andar pelo Mundo!!!

Obrigada pelas tuas visitas e comentários
HOJE vim cá eu
Boa semana!

Zilani Célia disse...

OI MANUEL LUIS!
MUITO BOM RECORDAR COISAS DO PASSADO QUE NOS FIZERAM FELIZES.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Artes e escritas disse...

Eu li em qualquer lugar durante este final de semana uma frase que dizia mais ou menos isso: "Porque o cavaleiro solitário deve continuar solitário para ser feliz." A frase só dizia isso e me chamou atenção, mas não guardei o lugar. O seu texto me lembrou essa frase. Não era o tipo de música que eu ouvia na época. Grata pela visita ao blog. Um abraço, Yayá.

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Muito bom, maravilhoso ter assim recordações!
Abraço

Olhar d'Ouro - bLoG
Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Que legal, Manoel Luiz! Lindíssimo texto, evocado com detalhes absolutos dos iniciantes a locutores onde há a necessidade de impostar a voz para melhor efeito! "Tudo é verdade e caminho." Ali aprenderam muito e ganharam envergadura de autoafirmação para voar mais alto... Parabéns pela excelente descrição da época e dos amigos comuns! Grande abraço! Laerte.

Isis disse...

As lembranças nos elevam, ainda mais quando são boas.
Parabéns.

Jaime Portela disse...

Havia boas rádios piratas.
Já não ouvia os Shadows há anos. O "Riders in the sky" ainda hoje é boa música. Que saudades...
Também usava cassetes de crómio, o som era mais metálico... Cheguei a ter mais de 100, que os meus filhos destruíram a brincar...
Magnífico post, parabéns.
Caro Manuel Luís, um bom fim de semana.
Abraço.

Beatriz Bragança disse...

Olá, Manuel Luís
Gosto muito de tudo aqui no seu blog.
Tive um primo que se chamava Manuel Luís; o meu irmão mais velho prestou serviço militar em Angola; tenho família no Algarve e adorei ouvir os Shadows, que eram uma referência nos meus tempos de mais juventude. O meu irmão mais velho e eu tínhamos o costume de trautear esta música, entre outras.
Obrigada por me trazer tão boas recordações.
Bom fim de semana
Um abraço
Beatriz

Elisabete disse...

As memórias felizes alegram-nos a vida.
Bom fim de semana.

Mariazita disse...

O "bichinho" da rádio, quando entra... nunca mais sai.
Eu, que andei por lá três anos, tenho imensas saudades desses tempos, que considero os mais prazerosos, a nível profissional, de todas as profissões que exerci.
Os "Shadows" trazem-me recordações maravilhosas. Era precisamente com uma das suas músicas - TONIGHT - que eu encerrava a emissão todas as noites.
Obrigada pelas óptimas recordações, e por esta música maravilhosa "Riders in the Sky", que adoro e há imenso tempo não ouvia.

Uma boa noite
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

São disse...

Gostei e foi tão bom ouvir esta peça que não ouvia há anos, mas que ainda cantarolo...


Boa semana

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, existem recordações que ficam para sempre, tempos das rádios clandestinas que eram assaltadas pela policia e das grandes bandas como The Shadows.
Continuação de boa semana,
AG

Nequéren Reis disse...

Ótima recordações, obrigado pela visita.
Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com/
Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

Duarte disse...

Que bons que eram.
Recordar é viver e nestes casos com saudade daqueles bons tempos.
Um grande abraço

Erika Oliveira disse...

Que interessante, como sempre digo: recordar é viver.

Carmo Santos disse...

Que bom recordar. Obrigada pela partilha. Bj

Pedro Luso disse...

Boa noite, Manuel, foi mais ou menos assim, com esse tipo de treinamento de voz que, aos 16 anos preparei-me para um teste de locução, no qual fui aprovado. Nessa minha atividade de radialista, fiz locução comercial, noticiários e fui apresentador de shows. Essa atividade durou por 10 anos, depois de formado tomei outro caminho, mais o rádio ainda se faz presente na minha lembrança.
Um bom fim de semana,
um abraço
Pedro

Mariazita disse...

Vindo agradecer a presença na minha "CASA" aproveitei para ouvir, mais uma vez, esta maravilhosa música dos Shadows.
Obrigada!


Bom Fim-de-semana
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Carmo Santos disse...

Estas memórias fazem me bem ao ego. Como é bom recordar!Parabéns pelo teu trabalho, Manel. Bj

jorge esteves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
jorge esteves disse...

Já me perdi! Deixei de saber o que me trouxe aqui, onde ia e donde vinha. Até nem sei quem sou. Isso mesmo: é que, num fósforo, fiquei com a gana dos vinte anos, pasmorro e frenético a ouvir esta música que me disparava ao sétimo céu!
A coisa depois acabou. É pá, mas deixou cá um sabor!...
(já agora fico a ler o artigo mais acima; e rio-me, claro!)
Parabéns e um abraço.
jorge
www.tintapermanente.pt

Ana Freire disse...

Fantásticas memórias, que ficam para a vida... e às quais se pode sempre voltar... para reviver tempos bem felizes...
Mais um belo post, que nos inspira a viajar no tempo... pelo que de melhor nos ficou... de outros tempos...
Beijinho
Ana